Google MUM: Saiba como o Google está aprimorando a busca por diversos formatos

Anunciado no ano passado (2021) no dia 18 de maio pelo maior mecanismo de busca do mundo, o Google MUM chegou para ser uma nova tecnologia que foi implantada nos algoritmos da empresa.

Trata-se de uma tecnologia relacionada à compressão de linguagem, que é mil vezes mais poderosa que o BERT Update, seu antecessor.

No final de 2019, o Google tinha lançado o BERT, uma tecnologia ligada diretamente com os algoritmos que dava a capacidade dos mecanismos entenderem a linguagem natural, seja escrita ou falada.

Portanto, atualmente temos um mecanismo de busca muito mais completo do que as tecnologias que eram utilizadas pelo Google.

Hoje, quando pesquisamos algo como “monitoramento eletrônico”, o buscador é capaz de apresentar tanto as melhores opções quanto os conteúdos desenvolvidos sobre o produto de maneira que o leitor possa entender um pouco mais sobre a mercadoria.

Além disso, ela pode ser útil para um estabelecimento ou residência, incluindo também maneiras de usar.

De acordo com o próprio Google, o BERT seria a maior atualização já lançada desde então. A expectativa era tão grande que, segundo a empresa, a nova tecnologia mudaria para sempre a maneira como os algoritmos seriam capazes de entender as consultas feitas pelos usuários.

Através do BERT, o usuário teria acesso a uma gama de informações sobre o tema que estava buscando, ou seja, o Google já era utilizado como uma ferramenta para as empresas, como uma equipe de topografia que utiliza o buscador para realizar determinadas atividades.

Porém, se o BERT foi lançado com a promessa de ser tão eficiente, o que podemos esperar da última tecnologia lançada pelo Google e como ela consegue influenciar na busca por diversos formatos?

De fato, o BERT se tornou uma tecnologia que foi muito bem usada até o MUM chegar, afinal, a implantação do Google com esse recurso tornou a maneira de pesquisar diferente.

Uma vez que pesquisamos algo como “controlador de acesso empresas” ou qualquer outro produto específico, o buscador automaticamente mostrava todos os dados necessários para que o usuário tivesse total controle sobre as informações que estava acessando.

Antes de tudo, você precisa entender o conceito principal do Google MUM, para só depois entender como funciona essa nova tecnologia.

O que é o Google MUM?

A sigla significa Multitask Unified Model, portanto é uma atualização assim como o BERT, que levará os níveis de compreensão do mecanismo para outro patamar.

Através das novas tecnologias de pesquisa implementadas pelo Google, podemos ter acesso aos mais diversos assuntos, desde como funciona o cabeamento estruturado de fibra óptica até temas relacionados com as principais novidades que vêm acontecendo no mundo.

Em outras palavras, significa que a atualização do Google possibilitará a compreensão de uma maneira mais fácil sobre as linguagens naturais que os usuários da internet costumam usar.

Construída sobre a tecnologia Transformer, uma arquitetura de rede neural voltada a uma assimilação extraordinária de linguagem natural contendo mais de 75 idiomas, o MUM chegou com a promessa de revolucionar a maneira que o Google pode ajudar nas pesquisas diárias dos usuários.

Ou seja, ele é mais do que nunca um aliado para praticamente todas as atividades que fazemos no dia a dia. Isso inclui também as organizações, como uma empresa de barreira acústica, que também utiliza o Google para conseguir ter uma expansão melhor do seu negócio.

Além disso, o MUM é multimodal, o que significa que a compreensão dele não se limita apenas à escrita, mas também a outros tipos de mídia, como imagens e futuramente vídeos e áudios.

Como a tecnologia funciona?

Quando o usuário está buscando por uma resposta através de uma pergunta mais complexa, a pesquisa pode envolver duas ou mais etapas até conseguir ser concluída.

Contudo, os usuários atualmente estão bem mais servidos com os novos algoritmos do Google, isso porque quando estamos em busca de um comércio de luminárias ou qualquer outro tipo de estabelecimento, já conseguimos ter uma gama de opção para poder comparar.

O fato é que a internet, junto com o Google, se tornou uma grande aliada do consumidor, onde a grande parte dos usuários realizam diversas pesquisas a fim de achar o melhor custo-benefício, e além disso saber qual empresa é mais confiável.

De acordo com os dados que foram levantados pela própria Google, estima-se que seus usuários costumam fazer até 8 pesquisas em um único dia.

Na prática, as pesquisas podem ser relacionadas tanto para uma gráfica para impressão de apostilas ou simplesmente realizar compras, isso porque a internet tem algumas vantagens para o consumidor, que são:

  • Preços mais acessíveis;
  • Acesso às avaliações de usuários;
  • Comparação entre as lojas;
  • Cupom de desconto;
  • Variedade de produtos.

Para contextualizar melhor, vamos usar o exemplo dado pelo próprio buscador na publicação em seu blog oficial: imagine que você escalou um dos montes mais famosos do mundo e, no próximo outono, pretende escalar o Monte Fuji e gostaria de saber o que deve fazer de diferente na próxima expedição.

Alguns pontos de interesse para você seriam: a diferença de elevação entre o Monte Fuji e a sua última escalada, qual a temperatura média do Japão no outono, se há muita chuva prevista, qual o nível de complexidade da escalada do monte e qual o equipamento mais adequado.

Considerando a atual situação dos algoritmos do Google, cada um desses pontos exigiria uma busca diferente, o que naturalmente pode tornar a pesquisa ainda mais complexa para o usuário, afinal ele precisará buscar várias fontes para ter os dados que precisa.

Já com o MUM, apenas uma pesquisa seria necessária para o algoritmo compreender a sua intenção, que nesse caso é saber quais as principais diferenças entre o seu último monte escalado com o próprio Monte Fuji.

Além disso, iria apresentar as informações necessárias para escalar o monte da melhor maneira possível, da mesma forma que o usuário poderá saber como funciona a calibração de equipamentos ou qualquer outro mecanismo.

Quando você faz uma pesquisa complexa, o Google entenderia, em primeiro lugar, que há uma ideia de comparação entre as duas montanhas. Algumas palavras-chaves poderiam ajudar o buscador a apresentar os dados corretos, que seria “preparação” e “escalada”.

Ambos seriam os responsáveis por dar ao mecanismo de busca um panorama completo sobre o tema da pesquisa.

Uma vez que o MUM possui um profundo conhecimento sobre o mundo e circula facilmente entre as mais diversas informações, a página de resultados traria diferentes tipos de insights.

Um exemplo disso é a necessidade de levar um equipamento à prova d’água, visto que o outono é um período muito chuvoso no Monte Fuji.

Quebrando as barreiras de idioma

Outra grande evolução que a tecnologia MUM trouxe envolve a quebra da barreira entre os idiomas que existem no acesso à informação.

Obviamente, quando você busca por informações sobre o Monte Fuji estando nos Estados Unidos, você irá se deparar com dados relativos aos americanos, falando sobre o próprio monte e suas experiências que teve por lá.

Há também os blogs de viagem, relatos de outros escaladores norte-americanos e informações de conhecimento geral pouco específicas sobre as características mais importantes da montanha.

Agora tente imaginar se essa pesquisa fosse feita em território japonês. Consequentemente, um número muito maior de informações poderia ser acessado, incluindo o acesso à uma perspectiva nativa sobre o monte e todas as suas peculiaridades.

Através do MUM, a divisão de conteúdos entre os idiomas está finalmente eliminada, e quando você faz uma pesquisa em qualquer idioma, de qualquer lugar do mundo, você poderá ter acesso aos resultados disponíveis em mais de 75 idiomas.

Pesquisas em diferentes formatos

Como já foi dito no artigo, o MUM é uma tecnologia multimodal capaz de entender buscas feitas em diferentes formatos.

Com o MUM, o algoritmo tem a capacidade de relacionar o texto com a imagem, sem interferências e responder com precisão quais os equipamentos necessários para esse tipo de aventura.

Inteligência artificial aplicada

Uma das perguntas que fazemos diariamente quando estamos utilizando algum tipo de tecnologia é: como isso pode funcionar tão bem?

Assim como todas as implementações de melhorias e atualizações de algoritmos do Google, o MUM foi desenvolvido e implementado graças à inteligência artificial.

Porém ainda conta com um grande número de avaliadores humanos que seguem rigorosamente todas as diretrizes do Search Quality Raters Guideline.

Esse time de pessoas trabalha em conjunto com a própria tecnologia desenvolvida pelo Google para garantir que todas as mudanças cumpram com o objetivo de auxiliar o usuário e ajudar os robôs a compreenderem de que maneira esse auxílio está sendo usado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Facebook
LinkedIn
Twitter
WhatsApp
Email

Publicidade

© Agência Maya - Criação de sites de alta performance em São Paulo

Descubra como um site de alta performance pode transformar seu negócio. Fale com a gente.